Inconformundo

O mundo dos inconformados

Ainda é carnaval?

Por Thales Mequi (@thalesmequi)

Alguém aí, por acaso, já foi atrás do verdadeiro significado do carnaval?

Pois bem, vamos esclarecer um pouco. Pra começar, é um feriado cristão.

A palavra “carnaval” é formada a partir da expressão grega “carnis valles”, cujo significado é “prazeres da carne”.

Atualmente, é notável o quanto as pessoas fazem jus a esse nome.

A diferença de hoje para antigamente é que, no passado, as pessoas aproveitavam os dias carnavalescos para gozar dos prazeres terrestres tendo em vista que no dia seguinte entrariam no período de privações, a Quaresma. E hoje, a maioria não pensa dessa forma, simplesmente usam o carnaval como válvula de escape para atitudes das quais se envergonham, ou pelo menos deveriam se envergonhar.

Não posso deixar de concordar com um amigo meu, Guilherme Borges (@GuiiBorges), quando ele diz que lamenta por aquelas que usam o carnaval como desculpa para se tornar uma vadia e não ficar com peso na consciência.

Mas lhes pergunto, são apenas as mulheres?

Com certeza, não. Muitos homens assumem posições piores nesse contexto. Na essência são todos seres humanos, embora ofuscados por materialismo fútil.

Sinceramente, não vejo motivos para ir a uma festa e beijar o máximo de pessoas possível. Muitos agem dessa forma buscando credibilidade com os amigos.

Esse é o grande prêmio?

Não, o grande prêmio é uma possível doença.

Qual o tipo de energia que leva algumas pessoas a libertarem seu Australopithecus interno, causando essa involução mental? O indivíduo retorna à forma animalesca.

Será que vale a pena botar em prática toda promiscuidade latente em busca de credibilidade com aqueles que são considerados amigos? E a credibilidade com a ética social, é menos importante? E a moral a ser zelada?

Respeito próprio é algo extremamente necessário, pois é a partir daí que desenvolvemos o respeito pelo próximo. Todo indivíduo merece ser respeitado, mas aquele que falta com o cumprimento de uma postura moralmente ética, não tem o direito de exigir respeito algum. E então nascem os hipócritas. Há ainda aqueles protótipos de casais que dão carta branca um ao outro durante o carnaval, “sem ressentimentos”. E isso, infelizmente, foi trazido aos dias não-comemorativos, o famoso Vale-Night. Opiniões à parte, assassinaram o respeito mútuo dos casais, jogaram no esgoto todo valor inter-relacional do parceiro. Mas lembrem-se, sem ressentimentos, né?

Visto tudo isso, não posso deixar de citar a palavra “micareta”, a febre da massa jovem. Voltando à velha e boa etimologia, “micareta” é derivada de Mi-carême, uma festa francesa, cujo significado literal é “meio da quaresma”. Isso lembra algo? Muito provavelmente já ouviram falar em “carnaval fora de época”. Não preciso nem comentar a respeito.

Em contrapartida, o carnaval tem seu lado bom, é claro. Um deles, por exemplo, são as escolas de samba, nos dando exemplos maravilhosos de trabalho árduo, esforço, dedicação e satisfação. Aparecido Rodrigues diz em um artigo que as escolas de samba são espelhos para o sucesso organizacional.

Acabar com o carnaval seria a solução, certo?

Errado. Dessa forma as coisas boas se dissolveriam junto com os podres. A resposta não está no evento, mas nas pessoas. Se cada um soubesse discernir o bom do ruim, e entendesse que é pelo bem que a evolução social se faz, aí então subiremos os degraus da sociedade.

Anúncios

Uma resposta para “Ainda é carnaval?

  1. Luciano 03/08/2011 às 21:37

    Vou comentar alguns pontos do seu post. Não há duvidas de que algumas pessoas não sabem o significado da palavra equilibrio, e acabam exagerando em alguns aspectos durante o carnaval. Mesmo por maturidade, ou a falta dela, não cabe a nós classificarmos os outros e sim eles mesmos. Você ve o ‘tamanho’ de alguem pelas atitudes.

    O carnaval tem seu significado. Pra mim é uma festa como as outras, e que eu vou continuar indo enquanto isso me fizer bem. Sem exageros, hahaha. É como o Thales disse no final do texto, cabe a cada um discernir e ter bom senso. Toda ação tem uma reação 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: